Meu coração francês – Relatos de Paris

Diante do ocorrido em Paris (os atentados terroristas do dia 13 de novembro), vou confessar, meu coração sofreu… E ontem ao conversar com uma pessoa sobre o assunto, pensei em fazer um post. Essa pessoa durante a conversa me perguntou: Acredito que você deve ter muitas coisas de Paris, mas o que Paris representa para você? Imediatamente eu disse MUUUUITO e disse rindo, “meu coração é francês e eu não sei explicar o motivo desse amor”… Depois, ao parar para pensar, fui identificando o que esse MUITO representa. É isso que venho relatar hoje para vocês!!!

Um dos lugares mais encantadores do planeta. Ah, Paris!

Um dos lugares mais encantadores do planeta. Ah, Paris!

Em outros posts no JáFomos… Já havíamos dito: “nossa vida era uma antes de conhecer Paris e outra depois”. Certamente essa cidade nos foi um marco! Fizemos duas lindas viagens e logo, logo, faremos a terceira… Se Deus quiser! Dessas duas viagens, colecionamos muitos objetos decorativos, coisas de cozinha, acessórios, roupas, lenços, chapéus, sabonetes, doces, temperos, livros, CDs, e outros produtos incríveis… São tantos, que escreveria um livro do que trouxemos de Paris!

Place Vendôme, nosso cantinho especial de Paris.

Place Vendôme, nosso cantinho especial de Paris.

Pelas ruas de Montmartre nos perdemos entre tantas lojinhas charmosas e artistas...

Pelas ruas de Montmartre nos perdemos entre tantas lojinhas charmosas e artistas…

Na Saint Chapelle, com seus enormes e magníficos vitrais...

Na Saint Chapelle, com seus enormes e magníficos vitrais…

Temos também, um pouco mais de dez mil fotos, centenas de videos, lembranças e memórias incríveis de 30 dias inesquecíveis (esses são os mais preciosos de tudo que pudemos levar de Paris), passeios que ao relembrar nos levam a sensações indescritíveis, histórias e declarações de amor, muitas visitas há dezenas de museus, praças, igrejas, cantinhos inesquecíveis, ruas e restaurantes, músicas e melodias, sabores e aromas maravilhosos, que você não encontra em nenhum outro lugar, só os franceses conseguem a perfeição de macarons, croissant, pain au chocolat, quiche lorraine, flan parisien, soupe l’onion, chocolat chaud, creme brullè, baguette, e porque não, o escargot? Certamente a minha lista de sabores preferidos daria, no mínimo, mais uma coleção de livros!

Os macarons, nosso amor declarado por Paris.

Os macarons, nosso amor declarado por Paris.

Visitando Mona Lisa de Da Vinci, no Louvre.

Uma das memórias de Paris: Visitando Mona Lisa de Da Vinci, no Louvre.

Descansando pelas galerias do Louvre, haja pés para tanta caminhada.

Descansando pelas galerias do Louvre, haja pés para tanta caminhada.

Se engana quem pensa que Paris é somente o Louvre, a Torre Eiffel, a Champs Elysées. O dia a dia dos parisienses são bem mais que isso… E certamente é isso que nos encanta, claro que também amamos esses lugares turísticos, mas a cultura, a culinária, o estilo de vida, os anos e anos de histórias francesas são fascinantes para nós.

A Tour Eiffel, uma gigantesca Dama de Ferro no céu de Paris.

A Tour Eiffel, uma gigantesca Dama de Ferro no céu de Paris.

O Louvre, o maior museu do planeta - precisa-se de muitas visitas para tentar ver todas suas alas...

Parte do Louvre, o maior museu do planeta – precisa-se de muitas visitas para tentar ver todas suas alas…

As ruas charmosas de Ile-de-France, o arrondissement 1, onde Paris surgiu.

As ruas charmosas de Ile-de-France, o arrondissement 1, onde Paris surgiu.

Hotel de Ville - a sede da Prefeitura de Paris.

Hotel de Ville – a sede da Prefeitura de Paris.

Conhecer tudo isso e viver (nem que seja por pouquíssimos 30 dias) como um parisiense, nos fez apaixonarmos por esse lugar. Um exemplo disso, que veio agora na minha mente, foi numa tarde de outono fria (5ºC), passamos em uma livraria comprarmos vários cartões postais, sentamos em um delicioso café, com uma vista maravilhosa, em uma rua bem típica, ao lado da pessoa mais importante da minha vida e tomar um maravilhoso chocolate quente, acompanhados de biscoitos ou um simples bolo. Tarde inesquecível… Foi incrível!

Cotidiano em Paris, o senhor acabou de comprar um exemplar de "Le Monde", 90% de chance de parar em um bistrot para tomar um cafezinho enquanto o lê.

Cotidiano em Paris, o senhor acabou de comprar um exemplar de “Le Monde”, 90% de chance de parar em um bistrot para tomar um cafezinho enquanto o lê.

Mais do cotidiano parisiense, não poderia esquecer da famosa baguete debaixo do braços, rsrs

Mais do cotidiano parisiense, não poderia esquecer da famosa baguete debaixo do braço, rsrs

É um costume bem francês passar uma tarde sentado em jardins ou em bistrots, tomando calmamente uma bebida quente no inverno, enquanto admiram a paisagem, ou lêem um livro. Não podíamos deixar de fazer… Fomos escrevendo e lembrando dos amigos e familiares enquanto degustávamos o chocolate quente (se você recebeu um postal desse, tenha certeza que você é especial)… Em seguida fomos ao correio e enviamos!

Uma tarde para relaxar em um bistrot regada a um delicioso chocolate quente. Não precisamos de mais nada nesse mundo.

Uma tarde para relaxar em um bistrot regada a um delicioso chocolate quente. Não precisamos de mais nada para ficar perfeito.

As lojinhas de souvenires e cartões postais...

As lojinhas de souvenires e cartões postais…

Outro momento que me faz suspirar é quando me lembro das inúmeras vezes que ao andarmos de metrô pela cidade, era surpreendida com uma linda canção, tocada por um sanfonista, uma melodia que arrepiava e que tomava conta do meu coração e me emociona até hoje… Me arrepio só em lembrar!!! Sem contar nos lindos momentos que passei com o meu marido no jardim Luxemburgo, jardim de Monet, jardim das Tuilleries…

Um cantinho lindo, o jardin des Tuilleries.

Um cantinho lindo, o jardin des Tuilleries.

Não deixamos de andar em um carrossel, dos inúmeros espalhados pela cidade.

Não deixamos de andar em um carrossel, dos inúmeros espalhados pela cidade.

Um entardecer em Paris consegue nos arrancar suspiros até hoje...

Um entardecer em Paris consegue nos arrancar suspiros até hoje…

Centenas de outros lugares, bairros, monumentos nos fazem suspirar, mas novamente escreveríamos várias coleções de livros, sobre o que nos encanta em Paris. Sem dúvida, mesmo após esses tristes acontecimento dos últimos dias, Paris não perderá seu encanto! Ela ainda continuará sendo nosso lugar na Terra, que voltaremos dez, vinte, trinta vezes… E não nos cansaremos!

Je suis Paris!

Je suis Paris! Que sem querer vestimos a bandeira da França!!!

E você, tem alguma experiência para nos contar? Comente aqui também!

Merci… Au bientôt.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários sobre “Meu coração francês – Relatos de Paris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: