O que ver em Milão – um susto e as maravilhas

Esta foi nossa última cidade italiana visitada. Milão, um lugar frenético e envolvente. A terra da moda e do luxo. Um lugar com ar chique e de bom gosto.

Entrada da Galeria Vittorio Emanuelle, um dos pontos turísticos mais visados em Milão.

Entrada da Galeria Vittorio Emanuelle, um dos pontos turísticos mais visados em Milão.

Não poderíamos deixar Milão de fora do nosso roteiro, sendo uma boa escolha. Adoramos passear por suas ruas e curtir as atrações sem pressa. Nessa hora nossas pernas já não aguentavam a maratona. Não tínhamos mais o mesmo pique do início da viagem, mas, ainda assim, fizemos ótimos passeios. Vamos começar então? Que tal começarmos pelo susto que levamos ao chegar lá?

Chegamos na Estação Milano Centrale e tivemos um imenso contratempo que nunca havia acontecido em outras viagens: Todos os táxis estavam em GREVE! Isso mesmo, ninguém pegava táxi e já estavam no segundo dia de paralisação… Impossível não se assustar com a possibilidade de ter que andar a pé três quilômetros até o hotel na Piazza Duomo com três malas super pesadas. No meio da turistada sem saber o que fazer, tivemos a brilhante idéia de voltar à Estação Centrale e pegar um metrô até a Piazza Duomo. Nossa sorte foi ver o quanto estão preparados para receber turistas, as estações tinham esteiras rolantes, elevadores ou até esteira de bagagens quando tivemos que descer muitos lances de escadas.

Uma greve de táxis - andar a pé puxando malas??? Nem pensar!!! Vamos de metrozão, na hora do rush...

Uma greve de táxis – andar a pé puxando malas??? Nem pensar!!! Vamos de metrozão, na hora do rush…

Conseguimos sobreviver ao susto da recepção da cidade, e agora contaremos sobre as maravilhas que visitamos e vimos em Milão. São elas:

01 – Piazza e o Duomo de Milão

Bem na Piazza Duomo, próxima ao nosso hotel, fica a quarta maior catedral do mundo, e a mais bonita do estilo gótico. Sua fachada tem 8.200 blocos de mármore e uma imensa quantidade de estátuas (só na parte externa, há 2.300). Por ordem de Napoleão ela foi finalizada às pressas em oito anos, pois o mesmo queria ser coroado rei da Itália ali mesmo, em 1813.

A quarta maior catedral do mundo, o Duomo de Milão encanta mais por fora do que por dentro.

A quarta maior catedral do mundo, o Duomo de Milão encanta mais por fora do que por dentro.

Nos telhados, onde se pode subir de elevador ao pagar uma taxa, dá para observar mais de perto seus pináculos e estátuas. Há uma especial, chamada La Madonina, uma estátua dourada de Maria colocada na agulha mais alta do edifício e que é o símbolo de Milão.

La Madonina, um símbolo de Milão fica bem no topo do Duomo de Milão.

La Madonina, um símbolo de Milão fica bem no topo do Duomo.

Na própria Piazza Duomo não há como não esbarrar em um dos seus muitos moradores, estamos falando dos milhares de pombos que circulam por lá, juntos dos outros milhares de turistas. Quase que pisamos em alguns… O problema é quando resolvem descarregar bombas enquanto voam, ainda bem que dessa saímos ilesos!

02 – Galleria Vittorio Emanuelle II

Esta galeria é um luxo só e um dos centros comerciais mais antigos do mundo. Uma das atrações mais famosas da cidade que encanta por sua beleza. Tive que retirar minha esposa de lá quase na força. O motivo, uma loja de chapéus elegantes que encantam minha florzinha.

Alguém ficou namorando por um tempão essa vitrine. Uma loja de chapéus de dois andares dentro da Galeria Vittorio Emanuelle.

Alguém ficou namorando por um tempão essa vitrine. Uma loja de chapéus de dois andares dentro da Galeria Vittorio Emanuelle.

Seu teto de vidro é lindo e todo trabalhado com mosaicos. O piso também encanta com seus muitos mosaicos coloridos com representações históricas e brasões. No centro, em direção a cada uma das saídas há mosaicos representado uma cidade que foi capital do reino da Itália. Milão, no mosaico de Napoleão. Roma e Florença, com a loba amamentando Romulo e Remo. Turim com o touro.

Galeria Vittorio Emanuelle um espetáculo de beleza e glamour...

Galeria Vittorio Emanuelle um espetáculo de beleza e glamour…

Uma curiosidade quanto ao Touro, há uma tradição que está deteriorando o mesmo, trata-se de girar o calcanhar direito três vezes sobre o órgão genital do mesmo, o que traria sorte… Não é difícil ver turistas e mais turistas pagando mico no lugar…

O coitado do Touro de Turim...

O coitado do Touro de Turim…

03 – Cenáculo Vinciano

Esta atração terá um post à parte, prometemos! Não podemos resumir em apenas algumas linhas a emoção que tivemos ao chegar bem pertinho de uma das mais importantes, famosas e copiadas obras de arte do mundo todo! Reservamos (aqui) com três meses de antecedência a oportunidade de visitar A Última Ceia de Leonardo da Vinci.

uma reprodução da obra, que infelizmente não pode ser fotografada, mas apenas vista por 15 minutos contados...

Uma reprodução da obra, que infelizmente não pode ser fotografada, mas apenas vista por 15 minutos contados…

A procura é tamanha que os ingressos esgotam muito rápido, assim que liberam sua venda, que quase não conseguimos garantir os nossos. Ou seja, nada de chegar lá e querer comprar o ingresso na hora, viu? Essa atração foi o motivo principal de incluirmos Milão no nosso roteiro e como valeu a pena!

Santa Maria della Grazie, nesta igreja fica uma das obras de arte mais famosas do mundo. A Última Ceia.

Santa Maria della Grazie, nesta igreja fica uma das obras de arte mais famosas do mundo. A Última Ceia.

04 – Museu Nacional Leonardo da Vinci

O museu Nacional de Ciências e Tecnologia leva o nome de um dos personagens italianos mais eclético possível. Um gênio da humanidade que fez milhares de contribuições para o mundo. Anatomia, Ótica, Mecânica, Acústica, Botânica, Astronomia, Hidrografia, Cartografia, Geometria e Geologia foram algumas das ciências que Da Vinci trabalhou. Acha pouco?

Galeria Leonardo da Vinci, no Museu Nacional de Ciências e Tecnologia de Milão. Inúmeros protótipos dos rascunhos de um dos maiores gênios da humanidade...

Galeria Leonardo da Vinci, no Museu Nacional de Ciências e Tecnologia de Milão. Inúmeros protótipos dos rascunhos de um dos maiores gênios da humanidade…

Nesse museu pudemos ver como foi a evolução tecnológica e das ciências. Ele é divido em várias seções, e mostra as grandes invenções ao longo dos tempos. A Galeria Leonardo nos encantou com alguns protótipos de suas criações que ele rabiscava em seus cadernos.

Pudemos ver a evolução das telecomunicações e rádios, dos computadores, a criação do plástico, o trabalho com ferro e tantas outras maravilhas que o homem conseguiu criar. Na área de transportes há de tudo o que imaginar, até locomotivas a vapor em um galpão podem ser vistas, ou visitar um submarino por dentro. Há também navios e aviões expostos…

Exposição de locomotivas na seção de transportes do museu. Um galpão gigante para acomodá-las...

Exposição de locomotivas na seção de transportes do museu. Um galpão gigante para acomodá-las…

Esse museu é bem diferente de outros que já visitamos e revelou-se um ótimo programa para a tarde inteira que passamos nele. Fomos expulsos dele por não ter dado conta de ver tanta coisa legal, e eles queriam fechar o museu… Não deixe de passar na incrível lojinha do museu.

05 – Piazza e Teatro Scala

Esta linda praça abriga uma das casas de ópera mais famosas do mundo, o Teatro Scala. Também pode-se ver a Prefeitura da cidade, no lindo Palazzo Marino. Ela se encontra em uma das saídas da Galeria Vittorio Emanuelle. No centro da praça há uma estátua dedicada a Leonardo Da Vinci, que morou em Milão em duas ocasiões e muito fez pela cidade.

Piazza della Scalla, com o monumento a um dos seus moradores mais ilustres,  Leonardo da Vinci.

Piazza della Scalla, com o monumento a um dos seus moradores mais ilustres, Leonardo da Vinci.

O Teatro Scala não encanta muito por fora, mas seu interior, ricamente decorado com ouro e veludo vermelho e seu enorme lustre de cristal encantam muitos e inspiram várias casas de ópera de todo mundo. Diz-se que sua acústica é uma das mais invejáveis por outros teatros.

Teatro alla Scalla, não conheceríamos sua importância se olhássemos apenas seu exterior.

Teatro alla Scala, não conheceríamos sua importância se olhássemos apenas seu exterior.

06 – Castelo Sforzesco

Este castelo de origens do século XIV lembra os castelos medievais de livros. Uma muralha imensa rodeada por um fosso profundo, com acesso apenas por pontes. Fico imaginando como esse esquema de segurança funcionava na época, será que nesses fossos haviam alguns crocodilos igual nos desenhos animados?

Castelo Sforzesco, hoje um conjunto de museus de arte valiosíssima...

Castelo Sforzesco, hoje um conjunto de museus de arte valiosíssima…

Hoje a fortaleza abriga vários museus e galerias de arte da cidade, como o Museu de Arte Antiga, a Pinacoteca, o Museu de Móveis e Esculturas, o de Instrumentos Musicais, o Museu Egípcio, dentre outros. Lá se encontram a Pietá Rondanini de Michelangelo e uma sala toda decorada por Leonardo da Vinci.

As muralhas de defesa do Castelo Sforzesco, ultrapassá-las era quase impossível...

As muralhas de defesa do Castelo Sforzesco, ultrapassá-las era quase impossível…

Uma das entradas sobre a ponte, lembra filmes medievais...

Uma das entradas na ponte sobre o fosso, lembra filmes medievais…

Se você não curte muito museus, ou o tempo está curto, fica a dica: só de passear por sua área pública você já sentirá a atmosfera medieval que o castelo exala e, com certeza, vale a pena dar uma passadinha por lá.

07 – Parco Sempione

Esse parque público fica nos fundos do Castelo Sforzesco, fundado em 1888. Nele se encontra o Arco da Paz, nome bem sugestivo para o lugar, visto que é um dos refúgios que toda cidade grande deveria ter.

Arco da Paz no Parco Sempione. Lembra muito o Arco do Carroussel em Paris. Por que será?

Arco da Paz no Parco Sempione. Lembra muito o Arco do Carroussel em Paris. Por que será?

Muitas pessoas aproveitam para passear, descansar, namorar, praticar esportes lá… Após uma caminhada exaustiva, sente em um dos bancos e aprecie a vista e as pessoas que passam. Com certeza renovará as energias…

Parco Sempione nos fundos do Castelo Sforzesco, um lugar tranquilo que o tempo voou e não percebemos...

Parco Sempione nos fundos do Castelo Sforzesco, um lugar tranquilo que o tempo voou e não percebemos…

08 – Quadrilátero de Ouro

Energias renovadas, agora alguém vai à loucura total… Esse nome estranho se refere a um conjunto de ruas bem no centro de Milão que abrigam as mais diversas lojas de moda, acessórios e lojas de luxo da cidade, que é famosa por ser a Capital Mundial da Moda.

Lojas e mais lojas, essa me chamou mais atenção - não sei porquê.

Lojas e mais lojas, essa me chamou mais atenção – não sei porquê.

Começando pela Rinascente, uma completíssima loja italiana de departamentos que está localizada na Piazza Duomo, adoramos vasculhar essa loja que tem uma cara totalmente diferente das lojas de departamentos do Brasil, sendo muito mais elitisada. As vias que formam o quadrilátero da moda são: Via Montenapoleone, della Spiga, Sant’Andrea e Borgospesso. Não deixe de der uma passadinha, nem que seja para olhar ou torrar alguns euros…

Sem querer fazer propaganda, mas achamos esta vitrine muito criativa...

Sem querer fazer propaganda, mas achamos esta vitrine muito criativa…

Aproveitamos muito o curto intervalo de tempo que estava no nosso roteiro de Milão e, apesar do estresse com a greve dos taxistas, nossa experiência da cidade foi bastante positiva. Era hora de arrumar as malas e embarcar pra Amsterdam, nosso último destino e que você não pode deixar de conferir no próximo post.

Para finalizar, uma foto de nós dois em um dos lugares mais famosos de Milão - a Piazza Duomo.

Para finalizar, uma foto de nós dois em um dos lugares mais famosos de Milão – a Piazza Duomo.

 
 
Confira também a série de posts já publicados da Série Viagem à Itália & Holanda:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários sobre “O que ver em Milão – um susto e as maravilhas

  1. Pingback: Roma: algumas atrações imperdíveis - Já fomos

  2. Pingback: Veneza – um passeio de gôndola - Já fomos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: