Roma: algumas atrações imperdíveis

Hoje iniciaremos uma série de posts citando algumas das atrações de cada cidade visitada nesta última viagem que fizemos… Demoramos para publicar pois estávamos curtindo a viagem de 18 dias pela Europa, e apesar de admirarmos muito nossos amigos blogueiros, não conseguimos escrever durante a viagem…  Nos próximos posts, vocês poderão sentir um pouco das maravilhas que conhecemos em Roma, Florença, Veneza, Verona e Milão, cidades italianas que fazem qualquer um desejar mudar-se para Itália. E, finalizando a série, contaremos um pouco da estranha experiência de visitar uma cidade às avessas, mas muito encantadora – a polêmica Amsterdam.

Episódio I –  Treze atrações imperdíveis em Roma

Os telhados de Roma, uma cidade fascinante que tem muito a oferecer aos visitantes. Vista do Monte Pincio.

Os telhados de Roma, uma cidade fascinante que tem muito a oferecer aos visitantes. Vista do Monte Pincio.

A capital da Itália foi a primeira parada. Não poderia ser melhor escolha, visto que Roma tem muito a oferecer e ao embarcarmos em uma viagem sempre chegamos com muita euforia e todo o gás. A sensação de chegar em um lugar desconhecido e a expectativa do que virá pela frente sempre aumenta a emoção. Tínhamos previsto fazer para este post um Top 10, dos lugares que mais nos surpreenderam mas, como podem observar, gostamos tanto de Roma que o Top 10 virou Top 13 (e quase foi um post com os cinquenta melhores lugares)…

Vamos passear por Roma um pouquinho? Seguem os treze melhores lugares da cidade:

# 01 – Coliseu

Começaremos pela atração de Roma provavelmente mais lembrada. Talvez por ser a maior obra do império Romano ainda de pé. Não é por pouco, esse lugar tem um ar de mistério e o visitante apresenta uma sensação indescritível ao poder observar de perto a estrutura colossal de uma arena de diversões que comportava até 90 mil pessoas. Mas o que vemos hoje da estrutura é uma parte de toda sua glória. Ao longo dos anos, o Coliseu serviu de fonte de materiais para a construção de muitos edifícios e igrejas. Por isso seu arco externo apresenta–se bem destruído. Incrível saber que na arena houveram combates dos gladiadores, mas também as naumaquias, ou combates navais – isso mesmo, eles inundavam a arena e colocavam barcos e navios para combaterem…
O gigantesco Coliseu - tem esse nome devido ao Colosso, uma estátua enorme de Nero, que existia no local.  Um lugar emocionante onde deve-se ter visita obrigatória quando vier a Roma.

O gigantesco Coliseu – tem esse nome devido ao Colosso, uma estátua enorme de Nero, que existia no local. Um lugar emocionante onde deve-se ter visita obrigatória quando vier a Roma.

# 02 – Fórum Romano

Este lugar para muitos que o visitavam não passava de um amontoado de pedras, ouvi um brasileiro falar isso pois foi para lá totalmente despreparado, como muitos turistas vão… Mas para nós, que havíamos feito o dever de casa antes de ir, curtimos demais esse lugar. Os amontoados de pedras servem para ter uma idéia de como era o império Romano, e confesso que muitos nem precisavam de usar a imaginação para perceber a grandeza e importância daquelas obras, algumas até datadas no período antes de Cristo.

Fórum Romano - muito mais do que pedras empilhadas - um lugar que reflete a história de milhares de anos atrás.

Fórum Romano – muito mais do que pedras empilhadas – um lugar que reflete a história de milhares de anos atrás.

 

# 03 – Piazza Navona

Um cantinho especial que vive agitado tanto durante o dia ou noite. Impossível não citar a Fontana dei Quattro Fiumi (Fonte dos quatro Rios), de Bernini, uma maravilha que representava o principal rio de cada um dos quatro continentes conhecidos naquela época. Os rios são Ganges, Danúbio, Nilo e Rio da Prata. É muito bom sentar em um dos cafés ou ristorantes e apreciar a vista, porém prepare o bolso pois essa oportunidade tem um custo, ali tomamos o café mais caro da viagem de Roma, entretanto, valeu cada euro.

A Fontana dei Quattro Fiumi, ou Fonte dos Quatro Rios, localizada na Piazza Navona, uma praça bem movimentada.

A Fontana dei Quattro Fiumi, ou Fonte dos Quatro Rios, localizada na Piazza Navona, uma praça bem movimentada.

 

# 04 – Panteão

Esse lugar foi o que mais chamou a atenção pelo seu quase perfeito estado de conservação. O templo foi construído por Agripa. Apresenta uma cúpula esférica perfeita, com um ósculo (abertura) bem no centro, sendo a única fonte de luz do ambiente. Lá, como em todo Panteão, ficam os ilustres do país em pomposos túmulos. Além de reis, o Rafael Sanzio também está lá. O fato que explica a sobrevivência deste templo à Idade Média é que o mesmo foi transformado em igreja tendo essa função até hoje.

A construção mais bem conservada da Roma antiga é o lindo Panteão, na Piaza Rotonda. Gostamos muito de visitá-lo que viemos diversas vezes à praça. Vale a pena comer em um dos restaurantes com esta vista...

A construção mais bem conservada da Roma antiga é o lindo Panteão, na Piazza Rotonda. Gostamos muito de visitá-lo que viemos diversas vezes à praça. Vale a pena comer em um dos restaurantes com esta vista…

 

# 05 – Fontana de Trevi

A mais famosa das fontes, é enorme. Imortalizada no filme La Dolce Vita, as esculturas dão um show com as cascatas de água. Aqui há uma tradição, jogar uma moeda com a mão direita de costas e certamente você retornará à Roma. Se jogar uma segunda moeda conseguirá a segunda metade da laranja em Roma… Mesmo não acreditando em tradições, cedemos à famosa foto de jogar uma moeda!!! Toda segunda-feira as moedas são recolhidas pela prefeitura para a conservação do monumento.

A Fontana de Trevi, um lugar lindo bem no meio do centro da cidade. Todos os dias passávamos por ela e a admirávamos...

A Fontana de Trevi, um lugar lindo bem no meio do centro da cidade. Todos os dias passávamos por ela e a admirávamos…

 

# 06 – Jardins de Vila Borghese

Que lugar encantador! Passear pelos jardins de Vila Borghese, sem dúvida nos rendeu uma tarde agradável e romântica… Neste lugar você vê pessoas passeando, tomando um sol, namorando, andando de bicicletas alugadas, lendo livros, descansando, sendo um lindo e agradável refúgio na agitada capital italiana.

Tranquilidade e beleza são encontradas nestes jardins.

Tranquilidade e beleza são encontradas nestes jardins.

Destaque para o lago com o templo de Esculápio, muito lindo. Só não alugamos um barquinho pois a fila estava muito grande.

O templo de Esculápio, bem no centro dos Jardins de Vila Borghese, uma ampla área verde no coração de Roma.

O templo de Esculápio, bem no centro dos Jardins de Vila Borghese, uma ampla área verde no coração de Roma.

 

# 07 – O Vaticano

Um Estado dentro de uma cidade, na verdade o menor Estado do mundo fica dentro de Roma. É difícil compreender que estamos em outro país, ao visitar o Vaticano… Chegar à Piazza São Pedro  faz qualquer um ficar boquiaberto com tamanha grandeza do lugar. A colunata, o obelisco, as fontes. E o que dizer da Basílica, o maior templo católico do mundo? A sensação que todo visitante deve experimentar é o quanto o ser humano é pequeno…

Vista da Via della Conciliazone para a Piaza e a imponente Basílica de São Pedro.

Vista da Via della Conciliazone para a Piazza e a imponente Basílica de São Pedro.

Já os museus Vaticanos foram onde passamos muitas horas. Tivemos contato com várias obras das mais belas já criadas pela humanidade. Não só a famosa Capela Sistina que realmente encanta, mas tantas obras mais pudemos ver de pertinho, que foi preciso um babador muitas vezes.

A sala dos Mapas, no caminho para a Capela Sistina, este lugar impressiona tanto quanto a famosa capela.

A sala dos Mapas, no caminho para a Capela Sistina, este lugar impressiona tanto quanto a famosa capela.

 

# 08 – Museus Capitolinos

Museus com obras tão antigas quanto a fundação de Roma e o Império Romano. O visitante é impressionado com obras como Marforio, Hércules, os bustos dos imperadores romanos, os restos do imponente Templo de Júpiter que existia naquela colina. De estremecer é a vista do Foro Romano na galeria que conecta os dois edifícios do museu. O museu fica na Piazza Campidoglio, projetada por ninguém mais do que Michelangelo, e vale a pena se tiver um tempinho a mais.

A famosa estátua da Loba e os gêmeos Rômulo e Remo, fundadores de Roma, pode ser admirada nos Museus Capitolinos, dentre outras importantes obras italianas.

A famosa estátua da Loba e os gêmeos Rômulo e Remo, fundadores de Roma, pode ser admirada nos Museus Capitolinos, dentre outras importantes obras italianas.

 

# 09 – Via del Corso

Uma grande avenida ideal para compras, muitas lojas que ficam abertas até mais tarde, Sephora, Adidas, l’Occitane, Zara, enfim, muitas lojas para umas comprinhas… Se desejar marcas mais famosas, deverá dar uma passadinha na Via dei Condotti que liga a Via del Corso à Piazza de Spagna.

Trecho final da Via del Corso, uma movimentada avenida de comércio. Ao fundo, a Piaza del Popolo com seu Obelisco.

Trecho final da Via del Corso, uma movimentada avenida de comércio. Ao fundo, a Piazza del Popolo com seu Obelisco.

 

# 10 – Piazza de Spagna

Ponto de encontro de muita gente, as escadarias da Piazza de Spagna com a igreja Trinitá dei Monti no alto dão um espetáculo visual, seja durante o dia ou a noite. Próximo a ela ficam a famosa Via dei Condotti e muitas outras ruas cheias de lojas de grifes e ristorantes muito charmosos… Tomar um gelato em suas escadarias enquanto se observa as pessoas à sua volta é uma boa sugestão para seu roteiro.

A famosa escadaria da Piaza de Spagna, muitos turistas torrando no sol escaldante de maio... Ao fundo, a igreja francesa Trinitá dei Monti. Fundada pelo rei Francês Carlos VIII.

A famosa escadaria da Piazza de Spagna, muitos turistas torrando no sol escaldante de maio… Ao fundo, a igreja francesa Trinitá dei Monti. Fundada pelo rei Francês Carlos VIII.

 

# 10 – Piazza Venezia

Uma enorme praça que abriga o imenso monumento a Vittorio Emanuelle II. Este monumento é mal visto por muitos italianos, seja por sua construção ter destruído grande terreno arqueológico, seja por parecer uma máquina de escrever ou um bolo de noiva… Nesta Piazza há um grande fluxo de carros, atenção ao atravessar as ruas pois você pode parar em baixo de uma das vespas ou carros apressados.

O odiado Monumento Vittorio Emanuelle II na Piaza Venezia. Nós achamos arquitetura muito bonita, lembrando o Capitólio de Washington D.C.

O odiado Monumento Vittorio Emanuelle II na Piazza Venezia. Nós achamos arquitetura muito bonita, lembrando o Capitólio de Washington D.C.

 

# 12 – As igrejas

Não há como ir a Roma sem dar de cara com pelo menos uma Igreja. Tropeçou? Viu uma. Espirrou? Já deu de cara com outra! Muito interessante visitá-las pela arquitetura, arte, valor histórico ou pelo valor religioso. O motivo você que escolhe. Só vale lembrar que há um padrão de vestimenta, deve-se cobrir joelhos e ombros em respeito. E nada de chapéus ou boné (descobrimos isso quando visitamos uma em Paris – quase apanhamos por conta das toucas)… Crianças também devem respeitar. Se estiver no verão europeu vale carregar um lenço para se cobrir ao entrar em uma. Interessante observar a importância na decoração de muitas, que são um espetáculo de arte. É comum sair delas com o pescoço doendo de tanto olhar para os lindos tetos… Uma especial foi a Chiesa dei Gesú – incrível olhar para seu teto com a técnica trompe-l’oil, uma técnica de arte que utiliza de perspectivas para criar ilusão de ótica. Nesta igreja o céu parece realmente se abrir sobre nossas cabeças…

O teto da Chiesa del Gesú - o pescoço sai com dor de tanto tempo admirando esta obra de arte.

O teto da Chiesa del Gesú – o pescoço sai com dor de tanto tempo admirando esta obra de arte.

 

 13 – Ristorantes italianos

Este último tópico não é uma atração apenas, mas os muitos ristorantes e tratarias visitadas na nossa estadia e a comida romana que nos emociona até hoje. Não há melhor lugar para se deliciar da maravilhosa cocina romana, senão nos ristorantes perdidos em suas vielas e ruas bem estreitas. Em alguns destes a comida é servida em mesinhas românticas bem no meio da rua… Artistas de rua por lá é o que não falta. Quem resiste a um jantar romântico ao som de um acordeão ou um violino? Tudo bem que tem a parte chata de cada apresentador que passa por você passar cobrando depois, mas ceda à tentação de economizar e dê um trocado para eles, afinal de contas você está na maravilhosa Itália!!! Se bem que tivemos jantar com três apresentadores quase que em seqüência – haja trocadinho… Outra coisa, não vá pensando que vai comer mais um macarrão ou uma lasanha ou uma pizza. Vai comer O macarrão, A lasanha e A pizza. Foi lá que conhecemos o que é a verdadeira comida italiana que supera e muito sua pizza portuguesa ou macarrão a bolonhesa que comemos aqui… Mas vamos deixar isso para outro post, tudo bem?

Deliciosos pratos italianos fazem qualquer um se apaixonar por Roma.

Deliciosos pratos italianos fazem qualquer um se apaixonar por Roma.

Assim, não importa quantos dias ficará, mas quando for a Roma, tente ir a pelo menos um desses lugares, com certeza fará você ficar com vontade de voltar… Nós, pelo menos, já estamos morrendo de saudades…

E não deixe de ler o segundo episódio que virá a seguir, “A eterna beleza de Florença“.

 

Confira também a série de posts já publicados da Série Viagem à Itália & Holanda:

 

– Episódio I – Roma: algumas atrações imperdíveis

– Episódio II – A eterna beleza de Florença

– Episódio III – Veneza – um passeio de gôndola

– Episódio IV – Conhecendo Verona – a cidade do amor

– Episódio V – O que ver em Milão – um susto e as maravilhas

– Episódio VI – A polêmica e encantadora Amsterdam

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários sobre “Roma: algumas atrações imperdíveis

  1. Pingback: A polêmica e ecantadora Amsterdam - Já fomos

  2. Pingback: O que ver em Milão - um susto e suas maravilhas - Já fomos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: